O que é carga fracionada?

17 de maio de 2019

Se você já empreende no ramo do varejo ou está se preparando, um detalhe que fará parte da sua rotina, por um bom tempo, será lidar com informações sobre frete e entregas.

Então, conhecer e dominar as informações do seu sistema logístico pode lhe trazer insights poderosos que, ajudarão ganhar aquela margem que você precisava para se destacar da concorrência.
Preço e prazo são duas medidas que você deve monitorar e lutar constantemente para manter em um nível saudável para seu negócio e principalmente para o seu cliente.

Ao contratar uma transportadora, muitas vezes nem se imagina o que é considerado no cálculo do custo do frete. E não estamos falando dos gastos com combustível ou funcionários.

Falamos sobre gestão de encomendas para aproveitamento logístico. Então, se você quer entender melhor sobre os custos de suas encomendas, acompanhe até o final!
Assim, nesse artigo você vai apreender o que é carga fracionada, qual a diferença dela para o modelo de transporte com carga completa e em que situações ela é mais utilizada.

O que é o transporte de carga fracionada e qual a diferença da carga completa?

O transporte de carga fracionada é um modelo utilizado por diversas transportadoras com o intuito de otimizar ao máximo possível os custos e prazos de entrega.
O gerenciamento dessa estratégia é relativamente simples! Imagine que você queira transportar um celular. Certo?

Já pensou o preço que seria para que um caminhão inteiro fosse solicitado exclusivamente para entregar o seu celular? Sim, seria bem caro!
O transporte de carga fracionada resolve esse tipo de problema. Em síntese, a transportadora seleciona todas as encomendas destinadas para uma mesma região.
Com isso, ela agrupa todos esses pedidos até que o caminhão fique completo.
Na prática, o que ocorre é que o frete total que seria pago por esse caminhão é repartido por cada encomenda, ou seja, você pagará apenas o espaço que o seu celular vai ocupar.
Esse modelo de transporte é muito solicitado por negócios que tenham formato B2C, ou seja, que lidam com o consumidor diretamente, como é o caso dos E-commerces.

O que é a carga completa ou dedicada

No caso do transporte de carga completa, também conhecida como dedicada, a prioridade geralmente é o prazo de entrega e não o custo do transporte.
Nesse formato, o transporte é fretado exclusivamente para atender a um único cliente. Assim, não é preciso que o transporte esteja totalmente preenchido para seguir viagem.
Se você não lida com esse tipo de demanda, pode até achar estranho, porém, a carga dedicada é essencial em diversas situações, veja alguns exemplos:

  • Encomendas de emergência;
  • Cargas de alto risco;
  • Produtos químicos;
  • Fornecimento para centro de distribuição e atacadistas;
  • Transporte de carga viva.

Como podemos ver o transporte dedicado geralmente é mais solicitado por negócios que atuam no formato B2B, ou seja, aqueles que transacionam com outras empresas.

Outros fatores que contribuem para o custo do frete

Existem outros fatores que contribuem para o cálculo do custo do transporte. Muitos desses casos, inclusive, representam dificuldades enfrentadas pelas transportadoras no dia a dia.
Veja os principais:

  • Logística de rastreamento de encomendas;
  • Riscos de roubo;
  • Estrutura rodoviária;
  • Prazos de entrega apertados;
  • Cobertura Geográfica.

Conhecer o sistema de funcionamento, dessa forma, lhe permite fazer as escolhas adequadas e encarar os possíveis problemas de maneira consciente.

Se você gostou desse conteúdo, então nos ajude a levá-lo a outras pessoas. Compartilhe em suas redes sociais!

E caso sua empresa esteja em processo de expansão, então, queremos lhe recomendar um artigo. Aqui mostramos como importar produtos da china com o máximo de segurança.

Trade War Estados Unidos e China: O que ganhamos e o que perdemos?

3 de setembro de 2019

ver mais

Entenda a logística em Portos e Aeroportos – Importações e Exportações

16 de agosto de 2019

ver mais

Como importar maquinário da china?

12 de agosto de 2019

ver mais

Como funciona o processo de importação marítima?

22 de julho de 2019

ver mais