Como garantir que minha mercadoria importada chegará na minha empresa?

16 de julho de 2019

Hoje em dia, comprar um produto estrangeiro é muito fácil, basta você encontrar um fornecedor online, escolher os produtos que você gosta e pagar.

Mas toda essa facilidade não se traduz em segurança, principalmente se você estiver pensando em um pedido de grande volume com o intuito de comercialização.

Muitos fornecedores estrangeiros, principalmente os chineses, ainda são taxados como picaretas e de fornecerem produtos de baixa qualidade.

Na verdade, essa não é a realidade, mas assim como qualquer outra compra remota é preciso ter muita atenção, pois, imagine você investir milhares de dólares em um produto e:

  • O fornecedor receber o dinheiro e não lhe enviar os produtos;
  • Ou lhe enviar produtos de qualidade inferior aos que você negociou;

Ainda tem os casos onde sua mercadoria pode ser retida por erros fiscais ou de licenciamento. O maior risco neste caso é de você ainda ser multado!

Então, se você está pensando em começar a importar, mas não quer ter imprevistos, acompanhe esse artigo até o final. Separamos dicas de ouro!

 

3 dicas para ajudar a garantir que sua mercadoria chegará a sua empresa

  1. Cuidado com as licenças dos produtos

Quando fizer sua pesquisa de produtos, uma das primeiras coisas que você deve considerar é se eles precisam de licenciamento.

Para que você não tenha uma surpresa indesejada, já faça uma consulta na SISCOMEX (Sistema Integrado de Comércio Exterior) para verificar se os produtos são permitidos por aqui.

Caso não precise de licença para que o produto seja nacionalizado e comercializado no Brasil, basta fazer o registro da Declaração de Importação, ou “DI”.

Se for necessária uma permissão, neste caso, você deverá solicitar o Licenciamento de Importação, ou “LI”, no próprio órgão competente a fazer a análise desse produto.

  1. Valide os produtos e seu fornecedor

Quando você busca novos produtos e fornecedores para sua empresa o que faz antes de investir em um grande pedido?

Porém, se não faz nenhum teste antes, então você pode estar dançando em uma corda bamba.

Sendo assim, quando você estiver certeza de qual produto comprar é preciso tomar algumas medidas de precaução:

  • Verifique o histórico de vendas do fornecedor de 2 anos para cá;

 

  • Veja se ele possui site e faça uma análise;

 

  • Você pode usar a ferramenta Whois para espionar alguns dados de contato do dono do site e também o tempo que ele está operando;

 

  • Use o Google Maps para ver se ele possui sede física e para avaliar sua estrutura;

 

  • Peça antes uma amostra para testar os produtos, quanto a sua venda e qualidade.

 

  1. Invista em um bom Despachante Aduaneiro

O Despachante Aduaneiro é o profissional que possui profundo conhecimento sobre a legislação Aduaneira:

  • Tributária;
  • Fiscal;
  • Cambial.

Ele atua como um gestor facilitador que cuida de todo processo de nacionalização e acompanhamento da fiscalização da carga.

Portanto, todas as partes burocráticas relacionadas à documentação e facilitação das tarifações são feitas por ele. Essa etapa é conhecida como desembaraço aduaneiro!

Por isso, é de suma importância contratar um profissional experiente para lhe ajudar nesse sentido.

Dica extra: Contrate uma trading company

A trading company é uma empresa que atua como intermediária no processo de importação, fazendo a ponte entre o fornecedor e a empresa compradora.

Ao contratá-la você passa a ter suporte total de uma equipe especializada que cuidará de todas as etapas de sua transação, desde a negociação com os fornecedores, passando pelo transporte e desembaraço.

Pode parecer estranho, mas em muitos casos você consegue ter um custo mais baixo importando com uma trading do que fazendo tudo por conta própria.

Para que você consiga entender melhor isso, escrevemos um artigo completo mostrando o que é uma trading e como ela consegue reduzir os custo de importação e oferecer mais segurança. Confere lá que está incrível!

 

A diferença entre inflação, deflação e desinflação e como elas podem afetar o comércio exterior

7 de outubro de 2019

ver mais

Trade War Estados Unidos e China: O que ganhamos e o que perdemos?

3 de setembro de 2019

ver mais

Entenda a logística em Portos e Aeroportos – Importações e Exportações

16 de agosto de 2019

ver mais

Como importar maquinário da china?

12 de agosto de 2019

ver mais